Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

08/08/2017 - 18h18

Câmara entrega medalha que reconhece trabalho em prol dos direitos das mulheres

A Câmara dos Deputados e a Secretaria da Mulher da Casa entregaram pela primeira vez, nesta terça-feira (8), a medalha Mietta Santiago, em homenagem à advogada e escritora feminista reconhecida como a primeira mulher a exercer plenamente seus direitos políticos no Brasil.

Os agraciados na inauguração do prêmio foram justamente Mietta Santiago (1903-1995), representada pelo filho Huldo Santiago Manso Pereira, e o juiz Ben-Hur Viza, coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Distrito Federal.

A medalha foi criada neste ano, após a aprovação em março de um projeto de resolução apresentado pela deputada Dâmina Pereira (PSL-MG). Pela proposta, a entrega da premiação será realizada anualmente em março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher (8). Essa primeira edição, no entanto, ocorreu em agosto em homenagem aos 11 anos de edição da Lei Maria da Penha, de 7 de agosto de 2006.

Mietta Santiago é o pseudônimo de Maria Ernestina Carneiro Santiago Manso Pereira. Nascida em Varginha (MG), ela questionou, por meio de um mandado de segurança em 1928, a proibição do voto feminino no Brasil, afirmando que isso violava a Constituição então vigente, que não vetava esse voto. Conseguiu assim o direito de votar e o de concorrer ao cargo de deputada federal.