Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

10/07/2017 - 19h44

Exposição celebra os 200 anos da Revolução Pernambucana

O Centro Cultural Câmara dos Deputados convida para a exposição “Avante Patriotas! 200 anos da Revolução Pernambucana”, da série "Histórias não Contadas", com memória de fatos desprezados ou omitidos pela história oficial. O objetivo é contribuir para que a história do Brasil não fique restrita aos circuitos acadêmicos e intelectuais, e que possa ser mais conhecida pela população. A visitação ocorre de 10 de julho a 2 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no corredor de acesso ao Plenário Ulysses Guimarães.

Na exposição, o visitante poderá ver reproduções de obras raras, como o quadro “Benção das Bandeiras Republicanas”, do artista Antônio Parreiras; o retrato de D. João VI, do pintor e desenhista francês Debret; e Escrivaninha de Frei Miguelinho; além de armas, móveis e objetos referentes à revolução. As obras originais pertencem aos acervos do Ministério das Relações Exteriores e do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico, Arquivo Público Estadual e Museu da Cidade do Recife, todos do estado de Pernambuco. Além deles, também serão expostas reproduções de obras do Palácio da Redenção (PB), do Panteão da Pátria e do Ministério das Relações Exteriores.

História

A Revolução Pernambucana eclodiu em 1817 na Capitania de Pernambuco e foi um dos mais importantes movimentos revolucionários do período colonial brasileiro. De cunho emancipacionista, teve, entre suas causas, a crise econômica que atingia diretamente o comércio, a forte seca que assolava a região e as despesas e exageros da Corte recém-chegada ao Rio de Janeiro, que obrigava o governo de Pernambuco a pagar pesados impostos para custeá-la. Influenciado pelas ideias iluministas, disseminadas principalmente pela maçonaria e pelo Seminário de Olinda, o movimento ultrapassou a fase conspiratória e chegou a tomar, de fato, o poder, estabelecer um governo provisório e buscar apoio de outras províncias. Chegou ao fim após cerca de 75 dias, depois de sofrer dura repressão. Apesar de sua curta duração, deixou evidente o enfraquecimento do sistema colonial, que viria mais tarde a ser percebido em outros movimentos, culminando na Proclamação da Independência, em 1822.

Serviço

Exposição: Avante Patriotas! 200 anos da Revolução Pernambucana

Data: 10 de julho a 2 de agosto de 2017

Visitação: segunda a sexta, das 9h às 17h

Local: Corredor de acesso ao Plenário Ulysses Guimarães | Câmara dos Deputados – Brasília-DF