Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Debatedores defenderam em audiência pública na Câmara mais políticas públicas para as pessoas com nanismo. Na legislação, o nanismo foi reconhecido como uma deficiência no Brasil em 2004 (Decreto 5.296/04), garantindo direitos para essas pessoas. Mas, na audiência, foi lembrado que ainda há preconceito e desinformação a serem combatidos. Kátia (...)

Deputada Rosinha da Adefal, que propôs a audiência; ainda é muito comum a discriminação das pessoas com nanismo
Notícias anteriores: