Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

06/02/2018 13h06

Projeto proíbe venda de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis

José Rocha | 16/05/2018 19h05
Prezados, este PL é inócuo. O motorista não poderia comprar bebidas na loja do posto mas poderia comprar no bar do outro lado da rua ou mais à frente... sem mais comentários...
Janice Fernandes | 09/05/2018 00h25
Parabéns, deputado, esse é um problema sério em inúmeros municípios, o que leva a ter que existir leis municipais para coibir a prática, pois as lojas de conveniência de postos de combustíveis se tornaram verdadeiros bares a céu aberto, perturbando o descanso das pessoas que moram nas proximidades dos postos. Os bares respeitam a lei de horário de funcionamento, enquanto as lojas de conveniência vendem bebidas alcoólicas 24hs, o que atrai, também, o tráfico de drogas para o local, aumentando a criminalidade no entorno. Sem falar que os frequentadores saem dirigindo completamente bêbados.
Carlos Eduardo | 24/04/2018 08h09
Vejo que um trânsito sem bebidas alcoólica é um trânsito mais seguro. Vale lembrar que na maioria dos acidentes o indice de motoristas embreagados é bem grande. Acho que temos que ter leis mais rigídas para fiscalizar esses infratores. Trânsito hoje no Brasil mata muita gente todos os dias. Parabéns Deputado.
Rodrigo Marques de Oliveira | 28/03/2018 12h04
Qual o objetivo? Gerar mais desemprego, mais empresas fechadas? Pelo menos 30% das vendas da loja de conveniência são bebidas alcoolicas, é de onde mais tiram os lucros, pois 50% fica para os cigarros que não geram lucro e apenas 20% para outros produtos que possuem carga extremamente abusiva de impostos. A maioria dos consumidores de bebida alcoolicas levam as bebidas, não bebem no local. E mesmo alguns dos que bebem, sempre estão acompanhados dos que não bebem para dirigir. Não faz sentido algum proibir a venda nas lojas de conveniência, visto que podem comprar em qualquer lugar.
Flavio gavioli | 27/03/2018 20h35
Vale lembrar ao Sr.Deputado Sérgio Vidigal, que nem todos que param em lojas de conveniência são motoristas, há passageiros nos veículos e o famoso motorista vez o qual não consome bebida alcoólica na noite que está dirigindo para que seus amigos possam consumir, a lei seca para motoristas está aí para autuar motoristas infratores, mas vem um deputado que não consegue pensar em projetos para ajudar a civilização cria projetos para afundar os comerciantes que pagam impostos, empregam pessoas e que lutam para para alavanca a economia do país, Sr. Deputado vidigal crie projetos sustentáveis.
Clauber | 07/02/2018 17h44
Cada ignorante que colocamos no poder! Amplia a decisão para todos os comércios então. Educação é isso! E não tapar o sol com a peneira. Ou será que existe algum interece das grandes redes de supermercado nesse projeto? Trabalhem para melhorar a saúde, educação e segurança. Parem de encher o saco!
<< < 1 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.