Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

12/01/2018 19h05

Projeto obriga pet shop a ter circuito interno de câmeras

Irineu Cândido dos Reis | 21/10/2018 14h03
Excelente iniciativa! Vi no whatsapp um vídeo com cenas chocantes de alguém agredindo fisicamente criancinhas, uma delas sendo esganada. Isso me abalou muito e coloquei-me no lugar de pai de um dos anjinhos e divulguei nas redes sociais. Minha revolta foi tão grande que estou pesquisando como sugerir uma legislação semelhante a essa dos PETS , OBRIGANDO AS CRECHES terem câmeras de segurança. Não entendo porque nossos parlamentares não pensam nisso. Por que não consta no Estatuto da Criança e Adolescente? Algém pode me orientar e/ou me indicar alguma ONG interessada?
Wilson Santos | 27/09/2018 10h54
Muito boa idéia. Acho que transparência é muito importante. Coibir maus tratos e imperícia é essencial. Com câmeras o profissional fica resguardado contra acusações, o dono do animal fica mais seguro e no controle da situação e o animal fica protegido.
Roberto Singer | 15/01/2018 22h18
Com certeza Reynaldo, você não deve utilizar nenhum termo estrangeiro no seu linguajar diário e deve ser um daqueles seres humanos que se julgam superiores aos demais. Que Deus o proteja de si mesmo. E se acha que o país deve ser desregulado, procure outro que não seja e viva na bagunça e em uma terra sem lei. Sugiro que se mude para a Venezuela, para Cuba... Creio que lhe cabe como uma luva!
REYNALDO WONGTSCHOWSKI | 14/01/2018 11h20
Baboseira da grande. Primeiro, a palavra PET na acepção de bicho não é nossa. Segundo, será que o Congresso Nacional está tão sem assunto para legislar sobre uma loja de lavagem de cachorro. O nível de regulação já é insuportável e ainda vem essa. Será que não seria mais interessante começar a desregular o país, permitindo iniciativas e diminuindo a intervenção do Estado na vida das pessosas.
<< < 1 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.