Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

09/01/2018 16h00

Comissão especial pode votar neste semestre mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente

Erasmo Neto | 31/01/2018 09h18
Jovem tem que votar, estamos inciando o regime democrático que tem por principio a co responsabilidade.Sei Bandidos envelhecem;com experiencia pode induzir jovens ao crime.Não temos lei que condenem os crimes sociais.Ex: a urbanização provocada por determinados grupos,sem estudos prévios dos desdobramentos futuros,consequências, favelas ou labirintos onde sequer as policias podem transitar. Percorri o Brasil,conheci os palácios e as favelas.Ex:quem transfere a responsabilidade para Deus;ex:Pilatos.O mundo se renova nos jovens;violência trazendo luz?Co-responsabilidade no lugar da vitimização?
LUIZ ANTONIO | 31/01/2018 03h22
Bom dia? Quando esse estatuto veio eu votei contra, acho fui e estou certo porque esse estatuto nunca vai chegar onde o Idealizador ou a Justiça quer, vai sim fazer OS Bandidos do Amanha, como já está acontecendo, jovens morrendo cedo, jovens sendo refém do Adulto, manipulado pelas condições Sociais, não pode trabalhar etc.... Eu nunca vi isso É um Absurdo, o Jovem pode Votar mas não pode Trabalhar?? Pode Matar,Roubar, estuprar mas não pode ser Preso?? Onde estamos alguém pode me dizer?? Copiem as Leis Americanas?? Não gostam de ir muito para Lá??
Jorge Fonseca | 27/01/2018 13h28
Aos críticos de plantão que sugerem da redução da maioridade penal argumentando que construção de cadeias só onera o Estado e cria cargos gostaria de lembrar que o menor assassino há de muito enriquece donos de cemitério e "fabrica" clientes para as psicólogas de plantão com as famílias das vítimas das mãos desses verdadeiros monstros com asas de anjo.
Erasmo Neto | 12/01/2018 08h08
"O plantio é livre, a colheita é obrigatória".Por trás dos jovens infratores existe quantidade mensurável de adultos ganhado muito dinheiro;Falsos profetas?Que criaram e sustentam a fantasia mental do estado de direito no lugar da melhor ideia, a da co responsabilidade?Criaram os depósitos para velhos e para as crianças;isolados dependentes do Estado que sequer tem consciência de si mesmo?A velha tática de dividir para governar?Lei de causa e efeito; a causa esta conosco adultos,nas nossas atitudes as quais os jovens inteligentes apenas refinam."Conhece a ti mesmo; reconhece os desdobramentos?
Nossos "alemão" são diferentes | 11/01/2018 10h15
Srs. Deputados, gostaria que ao votar a matéria, tocasse ao fundo a música: "Morro do Dendê - Cidinho e Doca." Menor que pratica crime hediondo, deve responder como adulto! O nobre relator disse que na Alemanha não adiantou criminalizar os jovens, mas venho lembrar que os nossos "alemão" são diferentes daqueles que estão na Europa. Cometeu crime hediondo deve ser punido e preso. Agora gradações no período de internação, somente para casos em que a tentativa seja tão potencial quanto ao hediondo.
WEBERSON | 10/01/2018 14h44
Na contramão. O grande criminoso já foi óvulo, feto, neném, criança, pré adolescente, adolescente e finalmente adulto...o que foi feito nesse período? O que foi feito para diminuir e neutralizar a violência doméstica? Quais medidas educativas para auxiliar a formação humana e moral do indivíduo e do grupo? Qual amparo psicológico, psiquiátrico, social, moral, espiritual que a família possui? Quais os mecanismo de cartase para o indivíduo e a família? Quais políticas públicas conversam entre si? Criar cadeias e diminuir penas onera o Estado e cria cargos e salários.
carmen sìlvia Righetti Nóbile | 10/01/2018 13h57
Sou contrária a maioridade penal. Sou assistente social e trabalho no Tribunal de Justiça,em relação ao atendimento de ato infracional, raramente atendi adolescente autor de ato infracional em condição social diferenciada economicamente.Questiono: pessoas de classe mais favorecidas economicamente, não cometem crimes? Na classe média e elite, aceitamos o prologamento da adolescência, mas, quando o problema atinge as classes menos favorecidas, o jovem deve ser responsabilizado por seus atos como se adulto fora.A redução da maioridade nada mais é que o encurtamento da adolescência na periferia.
jades oliveira | 10/01/2018 09h09
na verdade se o adolescente mata, estupra, praticam atos que perante o código penal é crime, mas para o ECA é considerado "ato infracional", o que acho uma aberração do ECA, pois o código penal considera crime, mas não especifica a idade em que aqueles atos podem ser considerado crime; apenas deixa brecha no trecho que diz, que o menor de 18 anos, é inimputável. se errou tem que pagar pelos seus atos. apodrecer na cadeia, ou sustentar a familia das vitimas deles(pessoas trabalhadoras, que pagam impostos para os governantes)
Lseveri@uai.com.br | 09/01/2018 20h59
Boa,noite, I menor deveria responder pelo crime que cometeu, principalmente homicídio, estupro, crimes hediondos,trafico de drogas, responder conforme o código penal. De forma ter pena reduzida. A pena está no código penal. Cometeu homicídio será levado a júri e responder por ele. Garante que acaba essa pouca vergonha de menor assumir is crimes. Ademais tem menor que tem uma extensa ficha criminal porque não fica preso.
<< < 1 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.