Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

07/11/2017 13h44

Rodrigo Maia defende projetos da agenda econômica e destaca reforma da Previdência

Robson | 17/11/2017 10h16
ILUSTRE, Presidente Maia e Governistas. A reforma Previdenciária precisa ser debatida com transparência e melhora da comunicação para ganhar apoio. Primeiramente destaco chamar os lideres e a imprensa para uma reunião pública onde todos possam dar seu entendimento e assim se responsabilizar com o Brasil e que também responda as questões que o povo quer saber: 1°) O que deve entrar nessa conta do déficit? 2°) O deficit do setor público está "equacionado"? 3°) Existe o problema de má gestão e, caso sim, como resolver?
MARILSO | 16/11/2017 15h16
Sr. PRESIDENTE DIVIDE O PESO É SABIDO POR TODOS RICOS NÃO GOSTA DA CLASSE TRABALHADORA EMBORA GRANDE PARTE DE VOSSAS RIQUEZAS VIERAM DOS ACORDOS E PROPINAS.O QUE MENOS IMPORTA E O BRASIL DOS BRASILEIROS VOCÊS MAIS ESTÁ VERGONHOSO PARA O POVO QUE NÃO TOMA NENHUMA ATITUDE O QUE FALTA REALMENTE É PARTIR PARA O CONFRONTO. O BRASIL É O ÚNICO LUGAR ONDE O LADRÃO RECEBE MAIS QUE O TRABALHADOR QUANTO VAI DIMINUIR O AUXILIO RECLUSÃO,POVO NÃO QUER AUXILIO QUE O VALOR DO TRABALHO ATÉ A HORA DE APOSENTAR ISSO É ROUBO ESTAMOS SENDO ENGANADOS PORQUE VOTAMOS PARA TER REPRESENTAÇÃO E ATÉ AGORA NADA.COVARDES
cleiton | 15/11/2017 09h14
Presidente, eu acho muita sacanagem da sua parte, você ganha rios de dinheiro, vocês do governo perdoou dividias milionárias de empresas que não pagava a providencia e vem com mimi, faz os devedores pagar não joga o fardo pesado pros pobres não,começa por vocês ai pare de regalias, aproveite seu ultimo mandado como deputado, nunca mais você será.
Robson | 14/11/2017 09h22
ILUSTRE, Presidente Maia e Governistas. A reforma Previdenciária precisa ser debatida com transparência e melhora da comunicação para ganhar apoio. Primeiramente destaco chamar os lideres e a imprensa para uma reunião pública onde todos possam dar seu entendimento e assim se responsabilizar com o Brasil e que também responda as questões que o povo quer saber: 1°) O que deve entrar nessa conta do déficit? 2°) O deficit do setor público está "equacionado"? 3°) Existe o problema de má gestão e, caso sim, como resolver?
JULIO CEZAR PIZANI | 14/11/2017 00h32
Aqueles que votarem na reforma da previdencia, numca mais saberão o que é um mandato político, pois o povo é contrário a essa reforma da previdência, que só está servindo para desviar orçamento para emendas parlamentares irregulares, pois numa crise como essa não deveriam nem cogitar essa possibilidade.
MARILSO | 13/11/2017 13h32
DIVIDA JBS FRIBOI 2 (dois)BILHÕES 378 (TREZENTOS E SETENTA E OITO) MILHÕES,CAIXA ECONÔMICA 0l (UM)BILHÃO 235 (DUZENTOS E TRINTA E CINCO)MILHÕES),MAFRIG l(UM)BILHÃO 154 (CENTO E CINQUENTA E QUATRO)MILHÕES,BANCO DO BRASIL l(UM)BILHÃO 138 (CENTO E TRINTA E OITO)MILHÕES, UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO 786 (SETECENTOS E OITENTA E SEIS)MILHÕES,BRADESCO 676 (SEISCENTOS E SETENTA E SEIS)MILHÕES ,MUNICIPIO DE SÃO PAULO 612 (SEISCENTOS E DOZE)MILHÕES, VALE DO RIO DOCE 597 (QUINHENTOS E NOVENTA E SETE)MILHÕES,CORREIOS 442(QUATROCENTOS E QUARENTA E DOIS)MILHÕES.RECEBE ESSA DIVIDA E DEPOIS FALE EM REFORMA
KÁTIA | 13/11/2017 11h33
Que déficit na previdência é esse que a mídia insiste em propagar, para justificar a aprovação da reforma da previdência? Os servidores públicos há mt estão sujeitos a regras de aposentadoria mais rígidas, desde das emendas constitucionais 41/2003 e 47/2005, entre outras. Porque antes de votarem a reforma da previdência não reformulam os benefícios que são concedidos a juízes e parlamentares e as concessões/isenções de impostos fiscais a empresas como a JBS, pois estes são os verdadeiros ricos.
sergio roberto - franco | 13/11/2017 08h27
Senhores Deputados O Projeto da Previdência é questão de sobrevivência econômica do Pais, mas é contra os interesses eleitorais dos deputados e compreendemos esse dilema. Mas o Governo federal, Estados e municípios estão endividados e o maior impacto é a previdência em cada um desses entes da federação, então não há como prorrogar e protelar essa decisão. Os Investidor estrangeiro estão em fuga e recomendo atenção especial a isso. A situação ja esta ruim e poderá se agravar. Prioridade deve ser Previdência, setor agro negocio e rural são os mais beneficiados no Brasil.
joao medeiros | 10/11/2017 15h28
Ora Rodrigo! Vocês acabaram com o financiamento privado da seguridade social, através da reforma trabalhista com a precarização do trabalho, onde a contribuição patronal vai ser extinta e, agora que criaram esta insolvência querem acabar com todo o sistema. Quero vê qual a solução? Quem bancará está conta das aposentadorias atuais e futuras, com certeza seus financiadores e senhores não serão.
Robson | 10/11/2017 08h10
ILUSTRE, Presidente Maia. A reforma Previdenciária precisa ser debatida com transparência e melhora da comunicação para ganhar apoio. Primeiramente destaco chamar os lideres e a imprensa para uma reunião onde todos possam dar seu entendimento em público e assim se responsabilizar com o Brasil e que responda as questões que o povo quer saber: 1) O que deve entrar nessa conta do déficit? 2) O deficit do setor público está "equacionado"? 3) Existe o problema é de má gestão e, como resolver?
<< < 1 2 3 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.