Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

30/11/2016 00h26

Câmara aprova projeto do Estatuto da Segurança Privada

José Miguel | 04/09/2017 08h54
Na verdade cada dia que se passa todos nós vigilantes esperamos por essa lei ser aprovada e regulamentada urgente. Porque o nosso risco é enorme. Deputados 2018 está aí. Estamos esperando.
Antonio Marcio Queiroz Pereira | 23/05/2017 10h01
Gostaria de elencar, sobre o piso salarial da categoria , em âmbito nacional. Esta para ser votado o piso mínimo , como ficou? E a norma que aumenta o calibre do armamento de carros fortes e escolta? O porte de arma estendido para o profissional de segurança privada da residência para o trabalho e do trabalho para casa do Deputado ONYX lorezoni? Senhores necessitamos de tudo isso para melhor desempenho em nossas funções e regramento do nosso serviço, é essencial !
Antonio | 19/01/2017 00h15
Decadência total,não vi nem li noticias novas,parece que essa votação nem ocorreu,pareceu-me um retrocesso de uma votação de anos atrás,nada de mudar armamento,nada de mudar carga horária,nada de mudar salário,nada de mudar escolaridade,porte de arma só em estrito dever legal? "novidade"só faltaram falar que não se podia usar arma nem em serviço,cadê você deputado ONYX LORENZONI? Seu projeto foi arquivado? Lamento nada ter mudado a respeito de direitos aos vigilantes e indignado por tantas mudanças à deveres para com os que protegem suas vidas,suas famílias e suas residências 2018 ta chegando!
Aurélio | 13/01/2017 16h52
E o salário como fica!? Só falaram em aumentar o serviço, mas em aumentar o salário nada!
daniel pereira | 17/12/2016 20h49
melhorou , tem q ser ensino medio, o valor p abri a empresa tem q ser R$ 500.000 EO armamento ??
Arlindo schumann | 15/12/2016 08h35
Precisamos de no mínimo ensino médio. O nosso sindicato só faz barulho, não faz o que os vigilantes pedem. É mais do que sabido que a maioria majoritária dos vigilantes querem que se exija ensino médio. A confederação nacional da segurança privada e o Sr Chico "vigilante" só sabem fazer barulho.
genilson | 06/12/2016 09h35
É trocar seis por meia dúzia. Não vi nenhum avanço significativo.
Diego | 05/12/2016 18h08
Entra ano, sai ano e continua a mesma coisa! Deixam a exigência de ensino fundamental, para não aumentar nosso salário...
rogerio | 02/12/2016 11h55
Para melhorar o salário a troca de arma para pistola tem que muda a escolaridade do fundamental para o ensino médio.
edivaldo santos | 01/12/2016 21h54
porque esses ilustres parlamentares não votam o piso nacional para os vigilantes, ops já sei porque vocês são donos, ou são sócios de empresas de vigilância, e que nos vigilantes que se ferrem com esse salário miserável.
<< < 1 2 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.