Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Portal da Câmara dos Deputados

  • Acessível em Libras
  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Câmara dos Deputados
Você está aqui: Página Inicial > Atividade Legislativa > Comissões > Comissões Permanentes > Comissão de Direitos Humanos e Minorias - CDHM > Notícias > Comissões atuam para viabilizar repatriação de brasileiro preso e em greve de fome na Palestina
 

Comissões atuam para viabilizar repatriação de brasileiro preso e em greve de fome na Palestina

Presidentes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), e da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, deputada Jô Moraes (PC do B-MG), participam de negociações para a libertação do cidadão brasileiro Islam Hasan Jamil Hamed, preso em cárcere palestino desde 2010 e que se encontra há 73 dias em greve de fome.
23/06/2015 15h55

Fabrício Carbonel

Comissões atuam para viabilizar repatriação de brasileiro preso e em greve de fome na Palestina

Representante do Itamaraty, das comissões e da família de Islam Hamed

Nota conjunta

Brasília, 23 de junho de 2015

Os presidentes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), e da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, deputada Jô Moraes (PC do B-MG), participam de negociações para a libertação do cidadão brasileiro Islam Hasan Jamil Hamed, preso em cárcere palestino desde 2010 e que se encontra há 73 dias em greve de fome, depois de ter cumprido pena de três anos.

Representantes das referidas comissões legislativas reuniram-se nesta data com o embaixador da Palestina, Ibrahim Alzeben; o subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães; Aline Baker, prima em primeiro grau de Islam Hamed, e representantes do comitê de entidades de apoio a Islam Hamed.

Também foi convidado o embaixador de Israel no Brasil, que infelizmente não atendeu ao convite das comissões.

Na reunião de hoje o embaixador Ibrahim Alzeben respondeu afirmativamente a uma solicitação formulada pelas comissões: a Autoridade Palestina autoriza de imediato o acesso de jornalistas brasileiros ao cárcere de Islam Hamed, em Ramala,  e que se compromete em propiciar as melhores condições possíveis ao custodiado. O embaixador voltou a garantir que a Palestina está pronta a libertar Islam Hamed, caso ele próprio, sua família e as autoridades brasileiras assumam a responsabilidade por conduzi-lo até a Jordânia, de onde viajaria para o Brasil.

Islam Hamed cumpriu a pena de três anos estabelecida pela justiça da Autoridade Palestina, por ato violento de resistência; Israel, por sua vez, informou, em nota, que não tem intenção de permitir sua saída da prisão e que vai investiga-lo por crime cuja pena pode chegar a 40 anos de prisão.

O subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior afirmou que o governo tem feito gestões intensivas para a obtenção de salvo-conduto de Israel para que Islam Hamed possa ser repatriado ao Brasil.

A deputada Jô Moraes e o deputado Paulo Pimenta esclareceram que a motivação das comissões que presidem é humanitária, com o objetivo de colaborar nos esforços para preservar a vida e a liberdade de Islam Hamed, cidadão brasileiro em greve de fome por mais de 70 dias.

Também anunciaram que vão reiterar, a partir de hoje, a tentativa de diálogo com o embaixador de Isael, Reda Mansour, a quem solicitarão uma audiência.

 

Deputado Paulo Pimenta

Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias

 

Deputada Jô Moraes

Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional

 

Veja, a seguir, comunicado da embaixada da Palestina no Brasil após reunião com as comissões de Direitos Humanos e Minorias e de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

COMUNICADO SOBRE SITUAÇÃO

DO PALESTINO DE CIDADANIA BRASILEIRA ISLAM HAMED

 

É DO MAIS ALTO INTERESSE DAS AUTORIDADES PALESTINAS QUE ISLAM HAMED, O PALESTINO DE CIDADANIA BRASILEIRA, POSSA SER LIBERTADO IMEDIATAMENTE DE SUA PRISÃO EM RAMALLAH- CISJORDÂNIA E QUE RETORNE AO BRASIL E SEUS FAMILIARES.

CASO ISLAM SEJA LIBERTADO SEM O SALVO-CONDUTO DAS AUTORIDADES ISRAELENSES, ELE SERÁ PRESO PELAS MESMAS E, ATÉ MESMO, PODERÁ SOFRER ATO QUE ATENTE À SUA INTEGRIDADE FÍSICA, POIS ISRAEL O ACUSA DE “CRIME DE SANGUE” CONTRA UM COLONO ISRAELENSE, OCORRIDO ANOS ATRÁS.

TODAS AS FRONTEIRAS DA PALESTINA ESTÃO SOB VIGILIÂNCIA E CERCO DAS TROPAS DE OCUPAÇÃO ISRAELENSE, O QUE IMPOSSIBILITA AO GOVERNO PALESTINO GARANTIR QUE ISLAM CHEGUE SÃO E SALVO AO BRASIL.

O EMBAIXADOR DA PALESTINA NO BRASIL VISITOU, RECENTEMENTE, ISLAM HAMED EM SUA PRISÃO E ESTEVE COM SEUS FAMILIARES, ONDE GARANTIU QUE ELE, PESSOLAMENTE, E DEMAIS AUTORIDADES PALESTINAS, ESTÃO ATENTOS E ATUANTES PARA QUE SUA LIBERDADE PLENA E SUA VIDA SEJAM GARANTIDAS, O MAIS RÁPIDO POSSIVEL.

DESTA MANEIRA, AUTORIDADES PALESTINAS E BRASILEIRAS ESTÃO ENVIDANDO TODOS OS ESFORÇOS PARA QUE A AUTORIDADE ISRAELENSE EMITA O SALVO-CONDUTO DE ISLAM.

O EMBAIXADOR ESTÁ EM PERMANENTE CONTATO COM O ITAMARATY, A COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E A COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E MINORIAS, AMBAS DA CAMÂRA DOS DEPUTADOS, PARA QUE BRASIL E ISRAEL CHEGUEM A UMA SOLUÇÃO BREVE.

EM REUNIÃO COM ESTAS COMISSÕES LEGISLATIVAS, O EMBAIXADOR TRANSMITIU O COMPROMISSO DA AUTORIDADE PALESTINA EM ASSEGURAR AS MELHORES CONDIÇÕES POSSÍVEIS A ISLAM HAMED, A DISPOSIÇÃO DE AUTORIZAR O ACESSO IMEDIATO DE JORNALISTAS BRASILEIROS PARA VERIFICAR SUA SITUAÇÃO NO CÁRCERE E A SOLTÁ-LO IMEDIATAMENTE CASO SEJA ESTA SUA VONTADE EXPRESSA, DA FAMÍLIA E DAS AUTORIDADES BRASILEIRAS.

ASSINA: EMBAIXADA DO ESTADO DA PALESTINA NO BRASIL

BRASILIA DF.  23 DE JUNHO DE 2015

 

Veja aqui carta do Ministério das Relações Exteriores de Israel à embaixada do Brasil, em que declara a posição do país em relação a Islam Hamed.

Informações de Apoio

Mapa do Portal