[an error occurred while processing this directive] Bolsa Família poderá beneficiar famílias com analfabetos - Agência Câmara de Notícias [an error occurred while processing this directive]
INTERAÇÃO
OUTROS VEÍCULOS
Pesquisar notícias
Ler últimas notícias
24/01/2008 17:55

Bolsa Família poderá beneficiar famílias com analfabetos

A Câmara analisa o Projeto de Lei 1839/07, do deputado Edigar Mão Branca (PV-BA), que inclui as famílias pobres que tenham pessoas analfabetas com 15 anos de idade ou mais entre as beneficiárias do Bolsa Família. A proposta modifica a Lei 10.836/04 e condiciona o pagamento do benefício à participação do analfabeto em programa de alfabetização.

Pelo texto da proposta, o valor do benefício mensal dessas famílias será de R$ 15, idêntico ao benefício variável que era previsto pelo programa para aquelas com renda mensal de até R$ 100 per capita que tenham, sob sua responsabilidade, crianças e adolescentes na faixa de 0 a 16 anos incompletos. No entanto, a Medida Provisória (MP) 411/07 aumentou o valor desse benefício para R$ 18 e ampliou o teto da renda per capita familiar para R$ 120.

Segundo o projeto de Edigar Mão Branca, o benefício será limitado a uma pessoa por família com analfabeto de 15 anos ou mais, por período de 12 meses, até o máximo de três beneficiários não simultâneos.

A proposta também permite que as famílias que recebem o benefício básico, concedido àquelas em situação de extrema pobreza, acumulem os demais benefícios. Essas famílias, segundo o texto da lei em vigor até 28 de dezembro do ano passado, são as que possuem renda per capita de até R$ 50, teto que foi elevado para R$ 60 pela MP 411/07. O valor do benefício básico também foi ampliado pela MP, de R$ 50 para R$ 58.

Dívida social
O deputado ressalta a importância dessa compensação às famílias de baixa renda, citando pesquisa segundo a qual estima-se que ainda há 15 milhões de analfabetos no País. "É preciso dar-lhes oportunidade, resgatando essa imensa dívida social", defende.

Mão Branca acredita que sua proposta promoverá um grande impacto nas famílias mais pobres. "Estimulando o estudo conjunto de crianças, jovens e adultos, pais e filhos, cria-se um novo ambiente cultural que poderá ser excelente instrumento de impulso para que essas famílias rompam o círculo da miséria e venham a ser de fato inseridas no usufruto pleno dos meios sociais, como é de seu direito", afirma.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Notícias anteriores:
Órfãos podem ter prioridade em matrículas escolares
Idade-limite de adolescente no Bolsa Família pode aumentar
Proposta cria bolsa para adolescentes grávidas
Moradores de rua poderão ser incluídos no Bolsa Família
Projeto reestrutura programa para reintegração de jovens
Seguridade rejeita 13º para beneficiário do Bolsa Família
Comissão aprova serviço voluntário para Bolsa Família

Da Redação/MR

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br
RCA

Íntegra da proposta:


A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara de Notícias'



[an error occurred while processing this directive]