Você está aqui: Página Inicial > > Não informado > Profissionalização
Pesquisar notícias
21/11/2007 14:10

Profissionalização

As pessoas com deficiência também terão direito à educação profissional, articulada com o ensino regular ou educação especial, ou em entidades privadas de formação profissional ou no próprio ambiente de trabalho. O objetivo será a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

As escolas de educação profissional, sejam públicas ou privadas, também vão se sujeitar às regras de acessibilidade e adaptação em benefício das pessoas com deficiência, terão que oferecer-lhes cursos profissionalizantes, em que o ingresso ficará condicionado não à escolaridade, mas à capacidade de aproveitamento do candidato.

O projeto institui ainda o trabalho educativo, que consiste na instalação de oficinas terapêuticas, mantidas por entidades públicas e privadas, com o objetivo de adaptar e capacitar adolescentes e adultos com deficiência para o trabalho.

Os rendimentos que a pessoa com deficiência auferir com a venda dos produtos e a remuneração que receberem não vão configurar salário, e a prestação de serviço, nos moldes estabelecidos pelo projeto, não implicarão em vínculo de emprego com a instituição mantenedora.

Pessoas com deficiência também poderão exercer estágio profissionalizante e firmar contrato de aprendizagem, nos termos da legislação válida para as demais pessoas.

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara de Notícias'



Mapa do Portal