[an error occurred while processing this directive] Sessão solene lembra 150 anos do Lívro dos Espíritos [an error occurred while processing this directive]
OUTROS VEÍCULOS
INTERAÇÃO
Pesquisar notícias
Ler últimas notícias
27/04/2007 19:43

Sessão solene lembra 150 anos do Lívro dos Espíritos

Sessão solene do Plenário homenageou nesta sexta-feira os 150 anos do Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, obra que fundou a doutrina espírita. O autor do requerimento de homenagem, deputado Luiz Bassuma (PT-BA), afirmou que a grande contribuição do espiritismo à Humanidade não é a de ser mais uma entre as mais de 4 mil religiões do mundo, "mas a de ter desenvolvido uma filosofia e um arcabouço científico inéditos no universo religioso".

De acordo com o parlamentar, o Livro dos Espíritos, com suas 1019 perguntas e respostas, representa, junto com a mediunidade, o pilar do espiritismo. O deputado explicou que a obra foi escrita a partir de perguntas feitas por Allan Kardec aos espíritos, que enviaram a ele as respostas. Para Bassuma, a mais importante é a pergunta 932, na qual Kardec indaga por que os maus exercem o poder sobre os bons. A resposta, disse o deputado, é a seguinte: "Pela fraqueza dos bons. Os maus são intrigantes, mas são audaciosos. Os bons são tímidos. Estes, quando quiserem, assumirão o poder." "É difícil manter seus princípios religiosos, a firmeza, a bravura necessários no dia a dia", disse.

Perseguição e preconceito
O deputado lembrou que a doutrina espírita foi perseguida quando surgiu, no século XIX, e é ainda hoje. "Sempre nos batemos contra a barreira do preconceito, que é ter opinião sobre algo sem conhecê-lo", afirmou. Para o parlamentar, a mediunidade é um canal de comunicação precário, porém o único possível para o atual estágio de desenvolvimento da humanidade.

Segundo Bassuma, o Brasil, onde o espiritismo tem cerca de 30 milhões de adeptos, foi um divisor de águas na história. "Temos um espiritismo antes de Chico Xavier e outro depois dele", destacou. Para Bassuma, a contribuição mais importante de Chico Xavier, além de todo o trabalho que desenvolveu, foi o "exemplo de uma vida impecável de coerência com os ensinamentos do espiritismo, o que lhe dá uma credibilidade inquestionável". O Brasil está hoje, na opinião do deputado, "seriamente ameaçado pela possibilidade de ser aprovada a legalização do aborto". Isso, segundo ele, traria um "carma pesadíssimo sobre o País".

Durante a sessão, da qual participaram dirigentes de diversas entidades espíritas, o deputado Vital do Rego Filho (PMDB-PB) discursou em nome da liderança de seu partido e destacou que em nenhum outro país a doutrina espírita mostra-se tão intensa quanto no Brasil. A cada ano, são comprados em torno de 8 milhões de livros sobre o tema, informou. "Unem-se esses homens e mulheres por um tocante sentimento de solidariedade cristã e de amor ao próximo, forças espirituais que nos aperfeiçoam como seres humanos e nos engrandecem como nação, na luta que todos empreendemos por uma realidade melhor e mais digna", afirmou o deputado, que lembrou também o exemplo de fraternidade de Chico Xavier para o Brasil e para o mundo.

Reportagem - Vania Alves
Edição - Rosalva Nunes


(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br
SR

[an error occurred while processing this directive]