Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Zumbi e a Consciência Negra

A Câmara dos Deputados realiza, de 6/11 a 12/12, a exposição "Zumbi e a Consciência Negra”, em referência aos 130 anos da abolição do trabalho escravo no Brasil. A mostra faz parte da série Histórias não contadas, que recupera a memória de personalidades e de fatos históricos desprezados ou omitidos pela história oficial.
30/10/2018 09h35

“Tradicionalmente, a participação do negro em nossa história é vista de forma lacunar e sem a devida dimensão de que ele sempre se insurgiu contra sua condição de ‘escravizado’”, explica o curador da exposição, o historiador Ricardo Oriá. “Ele lutou e resistiu, tanto individualmente como participando de motins e revoltas, e integrando mocambos e quilombos que desafiaram a existência do sistema colonial escravista”, conclui. 

Embora focada na figura histórica do líder negro Zumbi dos Palmares, a exposição aborda também a situação do negro na sociedade brasileira contemporânea, bem como as conquistas obtidas por esse segmento da população a partir da Constituição de 1988 e do Estatuto da Igualdade Racial. Em razão disso, a mostra apresenta uma galeria de personalidades negras, que, vencendo o preconceito e até mesmo a marginalização social, conseguiram alcançar posições de destaque em diferentes áreas de atuação.

Confira aqui o catálogo da mostra histórica.

 

Zumbi e a Consciência Negra

Visitação: 6 de novembro a 12 de dezembro de 2018, segunda a sexta, das 9h às 17h

Local: Corredor de Acesso ao Plenário Ulysses Guimarães | Câmara dos Deputados

Entrada franca

 

Zumbi e a Consciência Negra
Foto: Taísa Viana / Câmara dos Deputados

Zumbi e a Consciência Negra
Foto: Taísa Viana / Câmara dos Deputados