Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Portal da Câmara dos Deputados

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Câmara dos Deputados
Você está aqui: Página Inicial > A Câmara > Programas Institucionais > Interação Legislativa > Outros Portais > EAD - CEFOR - Educação A Distância

EAD - CEFOR - Educação A Distância

 

O CEFOR (Centro de Formação, Aperfeiçoamento e Treinamento) da Câmara dos Deputados disponibiliza cursos gratuitos on-line para quem deseja saber mais sobre assuntos ligados ao Processo Legislativo e outros temas afins. Para se inscrever é muito simples: basta acessar www.camara.gov.br/ead e, após cadastramento prévio e posterior liberação, utilizar os diversos serviços: cursos, tutoriais, Videoteca (WebTV), pesquisas, comunidades virtuais, além de acompanhar notícias relacionadas. Veja alguns dos cursos oferecidos no momento:

. Plenarinho: formação de professores;

. Educação Financeira;

. Elaboração e Gestão de projetos;

. Administração do Tempo;

. Técnicas de Reunião;

. Atendimento ao Público;

. Acordo Ortográfico.

Na Videoteca:

. Etapas principais do Orçamento Público;

. Respostas de Legística (Comentários do Chefe da Assessoria Técnica da Secretaria-Geral da Mesa sobre questões do Processo Legislativo que potencialmente afetam a qualidade das Leis).

Entre e participe! Bons estudos!

 

• Educação a distância cresce no país

Fonte: Fonte: SENAC Data: 02/08/2006

Sempre que se pensa em educação, a imagem que vem à cabeça é de uma sala de aula, com os alunos sentados em suas carteiras e o professor frente à lousa. No entanto, com a ajuda das novas tecnologias, este paradigma foi quebrado e as barreiras ao ensino começam a cair, principalmente o espaço físico das escolas.
Umas das principais ferramentas à democratização do ensino, a Educação a Distância (EAD), ou e-learning, permite que o estudante curse a modalidade de ensino em qualquer lugar, desde que tenha acesso à internet. Tanto a educação básica, quanto a profissional e o ensino superior podem ser aplicadas desta forma. Segundo o Secretário de Educação a Distância do MEC, Ronaldo Mota, a EAD flexibiliza as instâncias de ensino-aprendizagem através da utilização de tecnologias de informação e comunicação. ’Em outras palavras, nesse tipo de cursos, os tradicionais conceitos de espaço geográfico e tempo relativizam-se, rompendo com seus significados originais, conforme os interesses de professores e estudantes’ acredita. ’Por exemplo, imagine um curso com determinada programação disponibilizada na internet, em que o professor esteja coordenando uma sala de chat ou uma lista de discussão em Brasília, e os alunos estejam espalhados pelo país afora’, acrescenta. O secretário lembra que os alunos também podem acessar o conteúdo dos cursos a qualquer momento e não necessariamente nos horários específicos de aulas. “Pode-se dizer que é a educação personalizada, na qual os sujeitos envolvidos têm o relativo privilégio de escolher a melhor forma de ensinar”.
(“ou de aprender), além de privilegiar a permuta de conhecimentos em rede e, com isso, propiciar o surgimento de comunidades de aprendizagem”, argumenta. No entanto, é preciso lembrar que mesmo sendo realizados a distância, os cursos desta modalidade de ensino contam com uma quantidade pré-determinada de aulas presenciais. ’Nossa legislação prevê encontros presenciais que devem ser garantidos para avaliações ou estágios profissionais, por exemplo,’, lembra Ronaldo Mota. Hoje, 20% do conteúdo da graduação pode ser aplicado virtualmente.
Apesar de os diplomas dos cursos e-learning valerem tanto quanto os cursos presenciais, muitos estudantes ainda se sentem temerosos em cursar uma graduação nesta modalidade. Ronaldo Mota destaca que o MEC está empenhado em mudar esta mentalidade, ’ainda arraigada no Brasil, de que só o ensino tradicional forma bons alunos’. Para o secretário do MEC, o ensino a distância não é um ensino de pior qualidade. ’Pelo contrário. Todos os indicadores que temos visto até hoje, tanto nacional quanto internacionalmente, mostram que os alunos de EAD são iguais ou melhores que os da educação profissional. Não é um aluno de subcategoria’, argumenta. O secretário acredita que a resistência está se desmanchando rapidamente em função da garantia de qualidade que os profissionais da área de educação à distância podem e estão ajudando a consolidar. ’É absolutamente compreensível um relativo temor em uma área que envolve inovação e conseqüentemente traga consigo um conjunto de resistências. É salutar a preocupação com garantia de qualidade, bem como evitar interpretações errôneas que pretendam substituir o professor pela tecnologia’, opina. ’Ao incorporar tecnologias de informação e comunicação no processo educacional o resultado é a valorização do docente. Hoje, temos acadêmicos da mais alta competência em todas as áreas contribuindo com Educação a Distância’, acrescenta. Ele ainda lembra que o estudante que cursar a graduação a distância poderá dar continuidade aos estudos em cursos de pós-graduação.

 

27/05/2008 • Câmara dos Deputados ganha prêmio com Educação a Distância

Fonte: Notícia retirada da Revista da Casa da Câmara dos Deputados
 

Instituído em 2002 pela empresa MicroPower, o prêmio tem o objetivo de incentivar as instituições no aperfeiçoamento, desenvolvimento e implantação de programas de aprendizado suportados e/ou mediados pela tecnologia, além de premiar instituições cujas iniciativas estejam alinhadas aos seus objetivos de negócio, fundamentadas em métricas quantitativas e qualitativas, suportadas por metas de continuidade e contribuições sociais e dispostas a compartilhar suas experiências, lições aprendidas e melhores práticas, objetivando o aperfeiçoamento da prática da educação a distância no Brasil.

Foi apresentado o projeto global do Nuead, com toda sua evolução metodológica, seus produtos, sua forma de trabalho, o desenvolvimento dos cursos, o acompanhamento pedagógico, entre outros itens.

Foi avaliada também a evolução do Nuead em relação ao amadurecimento da metodologia e o grau de contribuição para a Câmara e para a sociedade na ofertas dos cursos a distância.

O Prêmio e-Learning Brasil 2008/2009 conta com o apoio de entidades e associações com isenção de interesses (conheça quais são no site do Prêmio e-Learning Brasil 2008/2009: www.elearningbrasil.com.br/premio/2008

A solenidade de entrega do prêmio foi no dia 25 de junho de 2008, num jantar no Hotel World Trade Center, em São Paulo

Informações de Apoio

Mapa do Portal