Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Coleta Seletiva

A área temática propõe-se a reduzir o desperdício e a promover o reaproveitamento e a reciclagem dos materiais (papel e plástico, principalmente) utilizados nas rotinas administrativas da Casa, de modo a beneficiar o meio ambiente e promover a inclusão social dos catadores de resíduos do Distrito Federal.

Para tornar mais eficiente o processo de recolhimento e descarte dos resíduos da Câmara dos Deputados, foi preciso melhorar o sistema de coleta seletiva, já existente desde 2003. Saiba mais sobre esse novo método de coleta seletiva aqui

 

 

Vantagens da coleta seletiva:

  • aumento da vida útil dos aterros sanitários;
  • diminuição dos gastos gerais com limpeza pública;
  • melhor controle da proliferação de vetores de doenças;
  • melhoria das condições ambientais e da saúde pública da cidade;
  • incentivo às indústrias de reciclagem, com a criação de novas
  • oportunidades de trabalho;
  • melhor utilização dos recursos naturais
  • (água, petróleo, árvores, minerais, etc.);
  • economia de energia, preservação do solo e do lençol freático;
  • resgate social de indivíduos, com a criação de
  • associações/cooperativas de catadores.

 

Na Câmara, os coletores são divididos por três cores, conforme a representação abaixo: 

   

           PAPEL                                   PLÁSTICO                             ORGÂNICO 

                                                            +                                         +

                                                LATA DE ALUMÍNIO                NÃO RECICLÁVEL

 

Estudos

 

Relatórios

 

Notícias