Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Página Inicial / Institucional / Estrutura organizacional / Mesa Diretora / Presidência / Notícias / Rodrigo Maia: “Brasil vive momento difícil e é preciso muita paciência e tranquilidade para superarmos a crise"

Rodrigo Maia: “Brasil vive momento difícil e é preciso muita paciência e tranquilidade para superarmos a crise"

Presidente da Câmara espera que Parlamento volte a trabalhar nas reformas estruturais para superar a crise econômica
07/07/2017 14h05

Rodrigo Maia: “Brasil vive momento difícil e é preciso muita paciência e tranquilidade para superarmos a crise"

Presidente participou do Fórum de Relações Institucionais e Diplomacia Parlamentar

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou em missão oficial na Argentina que o Brasil precisa de prudência para sair da crise. Na avaliação de Maia, a denúncia do presidente Michel Temer deve ser apreciada rapidamente pela Câmara para que o Parlamento retome a agenda legislativa.

“Nós não podemos estar satisfeitos apenas com a Reforma Trabalhista. Temos a Reforma da Previdência, depois a reforma do sistema tributário e mudanças na legislação na área de segurança pública, que estamos vendo o caos na segurança pública brasileira, começando pelo meu estado, o Rio de Janeiro. A gente precisa que essa denúncia seja votada em plenário para que possamos voltar efetivamente à agenda de reformas que o Brasil precisa”, afirmou o presidente.

Sobre a defesa do presidente da República na Câmara, Maia avalia que o presidente Michel Temer tem boas relações com o Parlamento e que o governo tem uma base forte no Congresso. Segundo ele, os deputados vão avaliar com "todo cuidado" se ela tem de fato fundamentos necessários para o seu prosseguimento.

"Uma denúncia contra um presidente é grave, mas não significa que a Câmara vai autorizar. Caberá a cada deputado avaliar com todo o cuidado se ela tem os fundamentos necessários para que a Câmara autorize o seu prosseguimento, afirmou.

“Temer tem cumprido seu papel, é claro que não é um papel confortável para ninguém, mas acredito que ele tem feito isso de forma a respeitar o Parlamento e fazer o convencimento”, concluiu.

Rodrigo Maia está na Argentina para participar do Fórum de Relações Institucionais e Diplomacia Parlamentar. Nesta sexta-feira (7) ele participará do encerramento do evento na sede do Congresso Nacional do país e retorna a Brasília neste sábado.