Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Página Inicial / Institucional / Gestão e organograma / Mesa Diretora / Presidência / Notícias / Grupo de trabalho apresenta relatório final com agenda legislativa para as universidades públicas

Grupo de trabalho apresenta relatório final com agenda legislativa para as universidades públicas

O texto aponta uma série de recomendações ao Poder Executivo para que possam ser feitas mudanças que auxiliem o trabalho das universidades nas áreas de pesquisa e extensão. Também foram apresentadas sugestões ao Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES), em discussão na Câmara
04/12/2018 16h10

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, recebeu nesta terça-feira (4) o relatório final do grupo de trabalho (GT) criado em agosto para propor uma agenda legislativa para as instituições de ensino superior públicas no País. O objetivo do GT é identificar os principais problemas e desafios das instituições.

No encontro que ocorreu com a presença do ministro da Educação, Rossieli Soares, foram apresentadas uma série de recomendações ao Poder Executivo para que possam ser feitas mudanças que auxiliem o trabalho das universidades nas áreas de pesquisa e extensão. Também foram apontadas sugestões ao Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) em discussão na Câmara.

O coordenador do grupo, professor Roberto de Souza Salles, afirmou que o GT aproveitou propostas em tramitação na Câmara para aperfeiçoar os textos com o objetivo de fortalecer as universidades públicas no País. 

“Pegamos o que já existia e fizemos um adendo com o que a universidade precisa para continuar o caminho de crescer e apresentar resultados para o País. Foram 90 dias de trabalho árduo e fizemos uma análise ouvindo todos os segmentos, e é isso que queremos para nosso País. Estamos propondo perspectivas para o futuro das universidades públicas do Brasil", explicou o professor.

Antes de entregar o relatório final ao presidente da Câmara, o grupo se reuniu com diversas entidades ligadas às instituições de ensino superior para debater o tema. As atividades não foram remuneradas e apenas as despesas de transporte, hospedagem, organização de eventos, publicações e outras similares foram custeadas pela Câmara dos Deputados.

O Presidente
Presidente